sábado, 30 de agosto de 2008

Deus pegou no meu Bilau

É lógico que você ficou escandalizado com o título desse artigo, não era para ser diferente, você é um brasileiro que cresceu com toda cultura e tradição católica latino americana onde os órgãos sexuais são as partes sujas e vergonhosas do corpo humano.

Mas não é assim que Deus vê e nem que a bíblia fala do seu e do meu órgão sexual, a bíblia está cheia de referências boas sobre o sexo e sobre os órgãos sexuais, mesmo percebendo claramente que os tradutores tentaram disfarçar.

Na narração de Gênesis 2.7 vemos Deus esculpindo o homem do barro, isso foi um escândalo para os outros povos e religiões, principalmente para os gregos que acreditavam que nenhum deus poderoso poderia tocar na matéria, principalmente no barro como um operário fazia. Hoje não temos a dificuldade de acreditar que Deus, na criação, sujou a mão de barro, mas temos tremenda dificuldade de aceitar que Deus esculpiu o homem todo, até mesmo o pênis e o saco escrotal. Isso por causa da nossa cultura que passa de geração para geração, dizendo que os órgãos sexuais são algo sujo e profano, quase como um mal necessário.

Mas os judeus entenderam que o corpo do ser humano, os órgãos e principalmente o sexo era algo separada, sublime!

É interessante ver que, na nossa cultura, o que nos distingue externamente como povo de Deus, muitas vezes é a roupa, o terno. Na cultura judaica o povo era distinguido por uma marca no pênis. Hoje quando vamos fazer um juramento colocamos a mão na bíblia, mas os judeus colocavam a mão nos órgãos genitais de quem eles estavam fazendo o juramento, como o servo fez com Abraão ao jurar trazer uma esposa para Isaque (Gn24.2). E o mais interessante que permanece até hoje é que nós, homens, quando vamos fazer xixi lavamos a mão antes de sair do banheiro, os judeus lavam ao entrar, antes de pegar no pênis, pois sabem que o que vão pegar é algo sagrado, esculpido e separado por Deus.

Se aprendermos a olhar para nosso corpo com uma visão mais bíblica, com a visão de Deus, teremos muito mais cuidados com ele. Se entendermos que o próprio Deus esculpiu cada pênis e vagina, esculpindo para sua honra e glória, não os colocaríamos em qualquer lugar.

Demorou para eu entender, mas hoje creio que Deus formou cada um com suas próprias mãos, todas as partes do nosso corpo, assim como o pênis e por isso somos tão especiais. Vejo que, por Deus ter pego no meu bilau, tenho certeza que não quero profanar meu corpo e sim honrá-lo, usando da forma que Ele planejou.


Marcos Botelho

3 comentários:

Catarino disse...

Realmente temos que ter conciência de que Deus nos fez inteiro e em cada detalhe.
Parabéns pelo excelente texto.
Tenha um ótimo final de semana.

proatividade disse...

Excelente post. É claro que é muito mais chocante dizer "bilau" que pênis. Infelizmente nossa sociedade nos faz ver o sexo como algo imoral e sujo. Acredito na pureza e recato, mas também acredito piamente que Deus se alegra quando seus filhos descobrem o sexo dentro do matrimonio.

Monstro disse...

O problema é a conotação que deste, meu querido! Manchete chamativa e desfecho conciliante. Mostrou que usou o nome dEle para seus fins, digo, em vão, procurando trazer leitores para seu blog, como o fez comigo. Ele fez o que disse, mas fez o resto de você também! Poderias, em respeito ao seu criador, usar outras partes para assim descrever sua brilhante ideia! Poderias colocar "Foi Deus quem furou meu anus!" Vês? Não quero te ofender! Quero que entendas... ISSO É DESNECESSÁRIO! Podes ser mais criativo para atrair seu leitores!